Len Seis-Cordas

Um chifrudo safado, totalmente descontraído, tentando sempre sorrir e fazer o possível para os outros sorrirem, seja com sua musica, com seus trocadilhos ruins, ou consigo mesmo sob efeitos de bebidas.

Description:

Nome: Len Seis-Cordas
Idade: 20 primaveras
Raça: Tiefling (Vermelho)
Cabelos: Preto
Pele: Vermelho
Altura: Na casa de 1,75.
Divindade: Mystra, Azuth, Lliira e Milil
Classe: Feiticeiro
Profissão: Artista, aventureiro, herói em horas vagas e autoproclamado rei do mundo.
Origem: Pinheiro Vermelho, Costa da Espada Norte
Ligações: Gangnoll, Beleethe Kheldorna, Corinne e Alukk Dannath, Crespolan, Raffaello blah blah blah e alguma coisa Melshimber, Alice graxinha, Zeth, Os Seis-Cordas, Flynnwick.
Tendencia: Neutro mais pro Filho da puta e Bom.

Bio:

Era uma vez, chifrudo safado, ou um safado chifrudo, que quando chifrudinho foi usado e abusado pela família que o adotou, depois de sabe-se lá o que aconteceu com seus pais, era nomeado de Lenha e para encurtar Len, por que sua função na casa era buscar lenha e fazer todo trabalho domestico que ninguém da família sentia vontade ou queria fazer esforço, quando criança não podia ir brincar com as crianças da rua e nem da casa, pois ficava sempre trabalhando e as crianças de casa o tratavam mal, em seu tempo livre gostava de ler historias de heróis e poemas.

Até que um dia, o pobre chifrudo entediado, estava lavando o chão e esquentando comida, quando o chão congelou, o forno explodiu e o leite e a comida da casa estragou, a família não reagiu bem a ideia, jogou o chifrudo pra fora de casa e disseram que se ele pensasse em voltar ia acabar de vez com a raça dele, e convenientemente por lá passava uma trupe de artistas, os Seis-Cordas, o que o chamou atenção, pois pareciam contar para as crianças e não estavam cobrando, e lá passou uma tarde ouvindo historias, até que ele espirrou e as coisas começaram a voar desordenadamente, onde chegou um homem em torno de 41 primaveras, olhou bem pra ele, encostou a mão no seu ombro, e tudo voltou ao normal, o homem perguntou ao chifrudo onde estavam seus pais, ele respondeu que não sabia, e nem tinha mais casa para onde voltar, o homem perguntou se ele sabia fazer alguma coisa, ele respondeu que conhecia algumas histórias, o homem então se reuniu com o grupo, e algum tempo depois voltou perguntando se o chifrudo precisava de um lar, ele respondeu que sim, então o homem se apresentou como Flynnwick e disse em suas exatas palavras, " não iremos te dar um lar de graça, o faremos trabalhar bastante, mas também te ensinaremos muitas coisas em troca, faremos de sua vida o pior inferno.", e o chifrudo respondeu " Vão ter que se esforçar muito para isso.", e todos vendo o garoto maltrapilho e meio surrado, riram boas gargalhadas.

Len Seis-Cordas

Manual Prático de Como Ser Um Herói – Vol. 1 YAN_CHAN